10 mai

A IMPORTÂNCIA DA METROLOGIA PARA OS PROCESSOS PRODUTIVOS

Professor da FEI comenta sobre os benefícios que a Metrologia traz para as empresas e revela o que os profissionais precisam para enfrentar o mercado de trabalho nesta área.

Garantir a qualidade do produto final. Reduzir o consumo e o desperdício de matéria-prima. Aumentar a produtividade e atender às exigências do mercado e da sociedade. Estes são alguns dos benefícios perpetuados pela Metrologia Industrial, ciência de medição que controla os processos produtivos industriais.

A Metrologia é um diferenciador tecnológico ao passo que resguarda a ética e o profissionalismo das empresas, fazendo com que sejam vistas com maior credibilidade pelo mercado. Por meio desta ciência, assuntos como segurança, saúde e meio ambiente são preservados.

Segundo o mestre em Metrologia Industrial da FEI, Prof. Raul dos Santos Rodrigues, a garantia de qualidade de um produto é o atrevimento mais sadio de mudança. “Sem Metrologia, não há Qualidade. Saber medir é um dos caminhos para a inovação”, diz. Confira agora o que ele pensa sobre a relação entre a Metrologia e a Engenharia.

FEI: Qual é a importância desta área para a Engenharia?

Prof. Raul Rodrigues: As necessidades de medir e comparar são tarefas importantes para a sobrevivência da espécie humana. Todo Engenheiro realiza frequentes medições experimentais em sua atividade profissional se valendo de normas e regulamentos técnicos para atender às exigências de Avaliação da Conformidade de Produtos, processos ou serviços, por meio dos mais conhecidos Planos de Controle.

FEI: É preciso saber medir para solucionar problemas?

Prof. Raul: Sim. Todo profissional hábil deve estar apto a identificar e atender às demandas sociais, tecnológicas e científicas de um processo produtivo. Tudo isto faz parte de sua rotina de ação.

FEI: Como formar engenheiros preparados para enfrentar o mercado de trabalho na área de Metrologia?

Prof. Raul: A Engenharia recorre a conhecimentos das ciências puras como a Matemática e a Física, bem como às contribuições da área das Ciências Sociais e Administrativas, valendo-se de diversas práticas de Análise de Projetos para resolução dos mais variados tipos de problema. Dominando estas ciências, é possível melhorar os sistemas produtivos, sem jamais desprezar o lado quantitativo das avaliações. É importante lembrar que, o ato de aprender e conviver com a medição deve começar já com as disciplinas de formação básica como Física, Matemática, Termodinâmica, Mecânica dos Fluidos, dentre outras.

FEI: Como está o mercado para os profissionais nesta área?

Prof. Raul: A importância da Metrologia no Brasil e no mundo tem crescido significativamente em razão de vários fatores como a elevada complexidade e sofisticação de modernos processos industriais e a busca constante pela inovação, como exigência permanente e crescente do setor produtivo do País. Cada vez mais os processos de medição são utilizados a fim de solidificar a base do desenvolvimento tecnológico. Por exemplo, a usinagem de alta velocidade e alta precisão para a indústria automotiva, só é possível graças à utilização de sofisticados instrumentos de medição.

Curso de Engenharia de Produção – Para os interessados em processos produtivos, a FEI oferece o curso de Engenharia de Produção, que faz com que os estudantes participem de todo o ciclo de desenvolvimento de uma indústria, desde a sua concepção até sua implantação e operação. Engenheiros de Produção são aqueles que auxiliam as indústrias a se desenvolverem com produtividade, qualidade e competitividade.

O curso é ministrado no Centro Universitário da FEI, no campus SBC, tendo duração de dez semestres para período Diurno; e doze semestres, para Noturno. Para obter mais informações, acesse www.fei.edu.br.

Deixe seu comentário

Curta nossa página no Facebook

Twitter